ÉTICA NATIVA

Ancestralidade e reverência à sabedoria primordial

Despertar, como em um saudoso salto ao conhecimento ancestral dos lares de nossas avós. Feche os olhos, imagine: não apenas o conforto do aroma de pães quentes saindo do forno e o encanto do café e seu frescor, mas, sim, toda a ciência nativa de mãos calejadas no corte das aloes. É vera, aloe de verdade!

Seja no zelo de queimaduras, no acalanto dos ferimentos ou até mesmo como um bálsamo às madeixas dos cabelos, nossa princesa babosa tem história milenar e singular quando pensamos em saúde e bem-estar.

Com esse espírito, lançamos nossa trajetória de resgate desses saberes, traduzidos em produtos essenciais, naturais, feitos com preciosidade e excelência para celebrar este valioso ingrediente.

A natureza primitiva e as culturas primordiais são nossas forças motrizes e por isso dizemos: Aho, “que assim seja”, Mitakuye Oyasin, “por todas as nossas relações”

A natureza primitiva e as culturas primordiais são nossas forças motrizes e por isso dizemos: Aho, “que assim seja”, Mitakuye Oyasin, “por todas as nossas relações”; uma saudação indígena, Lakota Sioux, que prospera no centro de nossos corações e reconhece no outro a sua sabedoria. Portanto, acreditamos na coexistência respeitosa entre os seres e elementos, entendendo que somos parte de um grande todo.

Nosso desejo é compartilhar essa experiência em nossas criações e inspirar os sentidos a perceberem a grandiosidade deste conhecimento. Bem-vindos à nossa jornada. Aho!

AHO MITAKUYE OYASIN


Eu honro todos vocês que hoje estão aqui conosco, neste círculo da vida. Estou grato pela oportunidade de dar meu reconhecimento a vocês nesta oração…

Para o “Criador”, pelo dom supremo da vida, eu agradeço.

Para a “Nação Mineral” que tem construído e mantido meus ossos e todas as estruturas da experiência da vida, eu agradeço.

Para a “Nação Planta” que sustenta meus órgãos, mantém meu corpo sadio e me dá ervas para curar a doença, eu agradeço.

Estamos todos no Círculo da Convivência, co-existentes e co-dependentes, co-criando nosso destino. Temos todos, a mesma importância. Uma nação em desenvolvimento está interligada com todas as outras nações, umas com as outras e ainda são dependentes de cada uma acima e cada uma abaixo. Todos nós, uma parte do Grande Mistério.

Agradeço por esta vida.

Aho Mitakuye Oyasin!

Para a “Nação Animal” que me oferece sua companhia leal nesta caminhada da vida, eu agradeço.

Para a “Nação Humana” que compartilha meu caminho como uma alma em cima da roda sagrada da vida terrena, eu agradeço.

Para a “Nação Espírito” que, invisível, me guia através dos altos e baixos da vida e carrega a tocha de luz através dos tempos, eu agradeço.

Aos “Quatro Ventos” de mudança e crescimento, eu agradeço.

Vocês são todos meus parentes, sem os quais eu não viveria.

Estamos todos no Círculo da Convivência, co-existentes e co-dependentes, co-criando nosso destino. Temos todos, a mesma importância. Uma nação em desenvolvimento está interligada com todas as outras nações, umas com as outras e ainda são dependentes de cada uma acima e cada uma abaixo. Todos nós, uma parte do Grande Mistério.

Agradeço por esta vida.

Aho Mitakuye Oyasin!