Cavalinha

Cavalinha

Equisentum Arvense

O corcel jurássico dos campos! Houve um tempo, há trezentos milhões de anos atrás, em que este ingrediente imperava sobre o planeta. Repleta do ativo conhecido como “ingrediente esquecido”, o ácido silícico, essa erva longilínea, é um agente de limpeza suave como o orvalho de primavera.

Estimulante cavalar do metabolismo cutâneo e abundante em vitamina C, a pontiaguda senhora traz consigo a energia regeneradora e cicatrizante por ativar a circulação periférica do sangue.

No quesito hidratação, é um “coice” de eficiência com o auxílio de seus ácidos oleico, esteárico e linoleico. Despudorada e exibida, com ela não tem bochechas rosadas de constrangimento. Seus ativos anti-inflamatórios deixam a sua pele relaxada e “numa boa”.

Para peles e cabelos revitalizados, a cavalinha ainda reserva um galope mineralizante rico em magnésio, cálcio, sódio, ferro, potássio e outros preciosos elementos para combater os inimigos externos, como a poluição e o sol.