Apesar de parecer simples, essa é uma pergunta que muitas pessoas fazem constantemente. Descubra nesse artigo se todo cosmético natural é vegano

 

Essa é uma pergunta que parece simples, mas que é muito comum no nosso dia a dia na AhoAloe: afinal, todo cosmético natural é vegano?

Antes de trazermos a resposta a essa questão, que possui alguns detalhes e nuances interessantes, é importante retomar alguns temas sobre esse assunto.

Recentemente, aqui no Blog da AhoAloe, nós trouxemos um artigo que falava justamente sobre esses diferenciais, fundamentais para a identificação de um cosmético natural, orgânico e vegano. Você pode ler esse artigo clicando aqui.

Essas explicações são suficientes para uma identificação mais rápida sobre essas naturezas de produtos. Mas é fundamental entender que existem alguns pontos específicos, que são espécies de peculiaridades existentes nessas variedades.

Mas, antes de chegarmos a essa questão, vamos retomar alguns conceitos básicos.

Cosmético natural

Antes de saber se todo cosmético natural é vegano, é importante entender o que determina esse tipo de produto.

É considerado um cosmético natural aquele que possua em sua composição um conteúdo mínimo de 95% de matérias-primas naturais. O restante até pode trazer componentes sintéticos, desde que obedecendo a uma listagem fornecida por órgãos de regulação.

Cosmético vegano

Com uma procura cada vez maior por clientes dos mais variados perfis, em mercados de todo o planeta, os cosméticos veganos têm aparecido em números e funcionalidades cada vez maiores. Quer conferir um pouco isso? Acesse a nossa loja virtual.

Para ser considerado dessa classificação, significa constatar que o produto não utiliza nenhum ingrediente de origem animal, itens bastante comuns na indústria cosmética.

Afinal, todo cosmético natural é vegano?

A resposta para a pergunta central que encabeça este artigo é: não. O cosmético natural não é, obrigatoriamente, vegano.

Para entender de forma mais completa essa equação, é preciso se atentar a um outro conceito, o de produto Cruelty Free.

Receber essa classificação dá ao produto a garantia de que ele não foi submetido a nenhum tipo de testes em animais.

Se um cosmético natural tiver em sua composição algum item de origem animal, como cera de abelhas ou queratina, por exemplo, ele não é vegano.

Por outro lado, se um cosmético vegano tiver em sua composição algum produto sintético, ele também não poderá ser enquadrado como produto natural.

 

Conheça nossa lista completa de cosméticos veganos neste link.